Paulo Camelo

Poesia é sentimento. O resto é momento.

Textos


Os teus olhos azuis
 
 
 
O mundo em minha volta, estonteante
em cores de aquarela, azul anil,
vermelho, branco e verde, me explodiu
num vendaval de sons, e eu fui adiante,
 
em busca de um mistério mais sutil
e mais cantado que o amor de Dante
em sete céus: eu era um navegante
e a minha nau levou-me encantos mil.
 
Um mundo de belezas me envolveu
como se envolve o corpo de um amante,
e me manteve em esplender de luz.
 
Eu era um mago incrédulo que creu
e a minha crença fez-me confiante
em contemplar os teu olhos azuis.


1º lugar na categoria "Poemas" do Concurso Literário do XXV Congresso Brasileiro de Médicos Escritores e IX Congresso Internacional de Médicos Escritores e Artistas Lusófonos, Recife, 8 a 11/10/2014
Paulo Camelo
Enviado por Paulo Camelo em 15/10/2014
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Paulo Camelo - www.camelo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras