Paulo Camelo

Poesia é sentimento. O resto é momento.

Textos
Título Categoria Data Leituras
Multicor Sonetos 08/11/11 21
Gatuno trapalhão Contos 04/11/11 29
A parada Contos 04/11/11 20
Alforria Sonetos 05/10/11 27
O baobá Crônicas 05/06/11 302
Há esse mar Sonetos 23/05/11 82
Amar, sim Poesias 19/05/11 151
Limerickarnaval Poesias 06/05/11 43
Sem acento é diferente Letras de Música 27/02/11 199
Discurso de Posse na Alane Discursos 27/02/11 172
Espelho do meu eu Sonetos 12/02/11 109
Gemo Poesias 24/12/10 65
Não sai mais dos olhos meus Poesias 11/12/10 56
O gosto da saudade Poesias 11/12/10 75
Não ouvem a voz do baixo Poesias > Glosa 11/12/10 45
Sogra transgênica Poesias 11/12/10 44
O mar pode esperar Poesias > Glosa 23/11/10 97
Não quero muita conversa Poesias > Glosa 23/11/10 65
O azeite e o ronco Poesias > Glosa 23/11/10 48
Eu tenho um medo medonho Poesias > Redondilha 13/11/10 125
Página 8 de 46 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » [«anterior] [próxima»]
Site do Escritor criado por Recanto das Letras