Paulo Camelo

Poesia é sentimento. O resto é momento.

Textos
Título Categoria Data Leituras
O choro da natureza Poesias › Quadra 09/01/07 186
Eu te venero em meus poemas Sonetos 03/08/05 179
Que nem panela Poesias › Humor 12/05/05 175
Dois tiros e uma carreira Contos 20/07/13 174
Sorriso e lágrima Poesias › Glosa 07/03/07 174
Ao açoite do vento Sonetos 20/04/05 174
Até em sonho Sonetos 26/03/07 173
Matutando Poesias › Regionais › Caipira 06/01/07 169
Maria Beatriz Acrósticos 16/06/06 169
Magdalena Ramos Letras de Música 02/05/05 169
Canto de dor Poesias 30/03/05 168
Um, dois, três Acrósticos 13/05/05 167
Não chores minha morte Sonetos 11/06/05 165
Saudade de quem não conheço (ainda) Poesias 05/04/05 165
Haicai IV Haikais 13/09/05 163
O pior cego Poesias › Redondilha 19/08/10 160
Desta vez peço perdão Sonetos 02/09/05 159
Quem sou? Poesias 09/02/07 158
Soneto solitário Sonetos 18/01/07 158
Amo-te Poesias 11/06/05 158
Página 5 de 47 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » «anterior próxima»
Site do Escritor criado por Recanto das Letras