Paulo Camelo

Poesia é sentimento. O resto é momento.

Textos
Título Categoria Data Leituras
Ser e não ser Sonetos 28/06/08 108
Narciso Sonetos 12/05/05 108
Chorei, sorri Poesias 08/04/05 108
Depois de um copo de vinho Poesias 02/04/05 108
O mar pode esperar Poesias › Glosa 23/11/10 106
Conversa enluarada Poesias › Glosa 22/05/06 106
Com ardor Acrósticos 05/06/06 105
Tanta vida pra viver Sonetos 10/04/05 105
Trova II Trovas 03/04/05 105
Tempo-será Artigos › Literatura 03/07/09 104
Quando a lágrima caiu Poesias › Quadra 18/01/07 104
Anjo Sonetos 13/04/09 103
Meu segredo Poesias 08/04/05 103
Mais uma oração Crônicas 02/12/08 102
Essa magia Poesias › Glosa 14/05/08 102
Essa saudade Sonetos 22/06/08 101
A cana da chã Sonetos 13/04/05 101
Saudade Sonetos 13/04/05 101
Trova V Trovas 03/04/05 101
Estranha insegurança Sonetos 02/06/05 100
Página 9 de 47 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » «anterior próxima»
Site do Escritor criado por Recanto das Letras