Paulo Camelo

Poesia é sentimento. O resto é momento.

Textos
Título Categoria Data Leituras
A mulher dos meus sonhos Poesias 13/04/05 158
Voa, mariposa Poesias 02/04/05 158
Espelho Poetrix 09/04/06 156
Caco de vidro Poesias 20/04/05 156
Carta a um ancestral Poesias 06/05/05 155
Amar, sim Poesias 19/05/11 154
Minha flauta, minha amiga Poesias 08/04/05 154
Dalila Poesias 07/04/05 154
Uma forma de oração Crônicas 28/03/05 154
Visão hedonista Sonetos 14/06/08 151
Nas curvas dessa mulher Poesias 31/03/05 151
Era uma vez... Artigos › Literatura 30/09/05 150
Trova Trovas 03/04/05 150
O vinho e a aspirina Poesias 13/04/05 148
Se essa loucura se soltar Sonetos 30/10/06 147
A chuva em você Poesias 14/04/06 147
Resposta vaga Sonetos 06/01/13 146
Pede grei Poetrix 29/03/05 146
Haicai III Haikais 13/09/05 143
Choro da paixão Poesias › Redondilha 07/03/07 141
Página 6 de 47 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » «anterior próxima»
Site do Escritor criado por Recanto das Letras